Turckheim: muralhas, ninhos de cegonhas e lendas

with Nenhum comentário

Cidade murada, com 3 portas, Turckheim é a única do país a ter um autêntico “veilleur de nuit” (zelador da noite).



Apesar da história de Turckheim ter se iniciado no ano 896, só começou realmente a ser escrita a partir do século XIV.

Em 1312 a cidade obteve do Imperador Henrique VII o estatuto de Cidade e a autorização para cercar-se de uma muralha.

Possui 3 portas:

  • Porte de France: construída em 1330, esta porta era originalmente destinada aos intercâmbios econômicos. Possuía uma ponte levadiça, grades e duas portas, que eram fechadas durante a noite e aos domingos, durante a missa, mas teve sua construção alterada ao longo do tempo. Hoje é registrada como monumento histórico.
  • Porta de Munster: construída durante o século XIV, era por onde passavam as condenadas por bruxaria em direção à Place de la Wann, onde eram executadas. Atualmente é passagem do Caminho de Santiago de Compostela (assim como a Grand Rue e a Rue du Conseil);

  • Porte du Brand: era a que possuía um caráter mais defensivo. Também dotada de grades, de uma ponte levadiça e duas portas que só eram abertas durante a vindima.

Turckheim é conhecida por ser a única no país a ter um autêntico “veilleur de nuit” (zelador da noite): ele era encarregado de velar sobre a cidade para evitar incêndios. Mais tarde, passou também a anunciar as horas e garantir a ordem nas ruas.

Com a chegada do progresso e da eletricidade, esta figura desapareceu, ressurgindo, no entanto, em 1953, mas apenas de 1. de maio a 31 de outubro, às 22h, durante a ronda da cidade. 

Em Turckheim existem 5 ninhos construídos para as cegonhas, presentes na região desde a Idade Média, e um ninho selvagem. Um deles é bem visível na Porte de France, entrada principal ao lado de um grande estacionamento.

GALERIA

Passe o mouse nas imagens para ver a descrição ou clique para aumentar.

Comentários