Sablon

with Nenhum comentário
Sablon

No bairro dos antiquários: igreja Notre-Dame du Sablon, uma praça com comércio variado, algumas lojas de chocolates, e uma praça menor, o Square du Petit Sablon



Longe do burburinho e da confusão dos turistas na Grand-Place, o Sablon é o bairro dos antiquários.

Na praça há uma feira de antiguidades e de livros nos finais de semana.

Ao redor, comércio de luxo e lojas de chocolate se misturam a restaurantes. Se chegar até lá, não deixe de experimentar os doces e chocolates de Marcolini. Alguns chocolates parecem verdadeiras jóias. Além de bonitos e feitos com excelência, são deliciosos. Basta atravessar a rua, e você verá mais duas lojas de chocolate de marcas conhecidas: Godiva e Neuhaus.

Destaque para a igreja Notre Dame du Sablon. Construída onde antes havia uma capela do século XIV, possui belos vitrais e é um exemplo da arte flamboyant.

Em frente à igreja há um parque, o Square du Petit Sablon, com árvores, bancos e uma fonte, tendo ao redor 12 estátuas dos séculos XV-XVI.

A praça é cercada por uma grade enfeitada com 48 estátuas em bronze, obra de Paul Hangar.

Ao sair do Square du Petit Sablon, virando à esquerda, vê-se, no final da rua, o Palácio de Justiça. Suba até lá e, na Place Poelaert, você terá uma bela vista da cidade. À esquerda do Palácio, duas grandes ruas comerciais, que vendem diversas marcas famosas: a Avenue de la Toison d'Or e a Avenue Louise. 

Para voltar à Grand Place a partir dali existem várias opções: o metrô e o tram no cruzamento das avenidas Toison d'Or e Louise, refazer o caminho a pé, descendo, por exemplo, pela charmosa Rue de Rollebeek, com suas lojas e restaurantes, ou pegar um elevador, ao lado do Palácio de Justiça, que chega ao bairro de Marolles. 

Escolhendo o elevador, ao sair dele há uma pequena rua que vai dar na Rue Haute; virando à direita, você chegará, mais à frente, ao final da Rue de Rollebeek, onde há um posto de gasolina. Siga um pouco mais adiante e estará no Boulevard de l'Empereur onde verá as ruínas da Tour Anneessens, também conhecida como Tour d'Angle. Trata-se de uma das cinco torres originais da primeira muralha da cidade na Idade Média (século XIII).

Seguindo pelo Boulevard, chega-se aos jardins do Mont des Arts. Dali fica fácil voltar à Grand Place.

GALERIA

Passe o mouse nas imagens para ver a descrição ou clique para aumentar.


Comentários