Rovinj: a pérola azul do Adriático

with Nenhum comentário

Uma das mais belas cidades da costa croata



Logo ao chegar, um grande estacionamento. Dali, caminha-se até o centro.

O mar à direita, de um azul profundo. Ao fundo, na península, formando uma baía, a cidade de Rovinj, com a torre da Catedral de Santa Eufêmia, casas italianas de cores quentes: ocre, vermelho e amarelo. Impossível não parar para fotografar.

A história da cidade começa entre os séculos III e V. Em seus arredores foram encontrados vestígios das eras do Bronze e do Ferro.

Depois da pequena feira, onde se vende frutas, legumes, verduras, produtos à base de lavanda, azeites e trufas, você terá duas opções para conhecder a cidade.

Seguindo pela direita, as ruas estreitas e com calçamento de pedra, com lojas de souvernir e de artesanato, levam ao mar. Subindo um pouco, chega-se à Catedral de Santa Eufêmia, que data dos primeiros tempos cristãos e possui um campanário inspirado no da Praça San Marco, em Veneza. É o mais alto da Ístria.

Se seguir pela esquerda verá:

  • Museu Cívico: criado em 1954, por um grupo de artistas locais, ocupa um palácio barroco que, entre os séculos XVII e XVIII, pertenceu aos condes Califfi. Possui obras do século XVII da escola veneziana e de artistas croatas modernos; 
  • Arco de Balbi: onde havia o portão principal da cidade fortificada de Porton;
  • Praça principal: a torre do relógio, construída no século XVII, ficava na parte sul dos antigos muros da cidade;
  • Catedral de Santa Eufêmia: data dos primeiros tempos cristãos. Seu campanário, inspirado no da Praça San Marco, em Veneza, é o mais alto da Ístria.

  • Porto.

Qualquer que seja seu caminho, você vai se encantar.

GALERIA

Passe o mouse nas imagens para ver a descrição ou clique para aumentar.

Comentários