Trogir, uma cidade museu

with Nenhum comentário

Exemplo de cidade medieval do período helênico Trogir tornou-se Patrimônio da Humanidade em 1997.



Cidade murada, cidade de pedra: Trogir, que fica numa pequena ilha, ligada ao continente por pontes, é conhecida como cidade-museu.

“Formidável exemplo de continuidade urbanística. O traçado quadrilátero das ruas da cidade antiga remonta ao período helênico (…) Além de suas belas igrejas românicas, conta com admiráveis edifícios renascentistas e barrocos do período de dominação veneziana” (http://whc.unesco.org/en/list/810).  Exemplo de cidade medieval do período helênico, com pouquíssimas intervenções da era moderna, Trogir tornou-se Patrimônio da Humanidade em 1997.

É cercada por um muro, com dois portões: o Portão da Terra, onde já houve uma ponte levadiça, e o Portão do Mar. Acima do Portão da Terra vê-se a estátua de São João de Trogir.

O edifício mais importante é a Catedral de São Lourenço. Na porta românica da Catedral existem dois leões, um de cada lado, que apoiam as estátuas de Adão e Eva. Seu portal oeste, esculpido em 1240 por Radovan, escultor dálmata, mostra cenas dos meses do ano, imagens de santos, da Natividade e episódios da Bíblia.

No centro, destaca-se, ainda, o Palácio Cipiko, um conjunto de edifícios românicos de 1457.

Chegando de carro, a saída do estacionamento leva ao Portão da Terra. Perambule pelas ruazinhas estreitas. Você verá lojas, cafés, muita animação na rua, se for verão. Saia pelo Portão do Mar: olhando à direita, você verá, ao fundo, o Castelo Karmelengo e a Torre de São Marcos.

GALERIA

Passe o mouse nas imagens para ver a descrição ou clique para aumentar.

Comentários