insígnia, enseignes

A arte das insígnias remonta à Idade Média. Com o crescimento do comércio, as lojas precisavam se diferenciar umas das outras e, considerando-se que grande parte das pessoas não sabia ler, era preciso imaginar um símbolo que fosse atraente e que permitisse, tanto aos moradores quanto aos estrangeiros que chegavam, identificar o tipo de comércio: peixarias, ferreiros, albergues, serralheiros, negociantes de vinhos, padeiros etc. Também serviam para indicar endereços, numa época em que as ruas das cidades não possuíam nomes nem números. Eram fabricadas principalmente em ferro fundido, madeira e pedra.

Sao muito encontradas na França, principalmente na região da Alsácia, mas também estão presentes em cidades da Alemanha e da Áustria.

Atualmente, mantendo a tradição, hotéis, restaurantes e caves usam as insígnias, acrescentando o nome do estabelecimento.