Dalmácia | Para onde?

Dalmácia

with Nenhum Comentário

A Dalmácia, região costeira da Croácia, é a mais visitada do país, atraindo turistas do mundo inteiro atrás do sol e de suas paisagens, desculpe o lugar comum, paradisíacas.

As praias mais bonitas ficam nas ilhas: Hvar, Brač, Korcula e Vis, são as mais conhecidas. Mas há também Lastovo, Komiza, Drvenik, Pag, Rab, Vis, Mljet...

Se você nunca se banhou nas águas do Adriático, saiba que não deixam o corpo com muito sal. De junho a outubro a temperatura da água varia entre 21 e 23 graus.

Apesar do mar ser um grande atrativo, a região também tem muito a oferecer em termos de cultura. Conquistada pelos romanos no século I a.C., passou por muitas guerras, pertenceu à Hungria e a Veneza, e viveu diversos períodos de prosperidade e desenvolvimento das artes e da literatura.

POR ONDE ANDEI

Brač: a maior ilha da Dalmácia central
with Nenhum Comentário

A maior das ilhas da Dalmácia central e a terceira maior do país, com uma praia que é um cartão postal.

Hvar: uma ilha descolada
with Nenhum Comentário

A mais ensolarada das ilhas da Dalmácia, uma mistura de Mônaco com Saint-Tropez.

Šibenik: onde o rio encontra o mar
with Nenhum Comentário

Šibenik, a mais antiga cidade nativa do país, encontra-se numa pitoresca baía onde o rio Krka encontra o mar.

Split: a capital da Dalmácia
with Nenhum Comentário

Segunda maior cidade da Croácia e capital da Dalmácia, Split possui um dos edifícios mais conservados da arquitetura romana em todo o mundo.

Trogir, uma cidade museu
with Nenhum Comentário

Exemplo de cidade medieval do período helênico Trogir tornou-se Patrimônio da Humanidade em 1997.

Zadar: muitas igrejas e um órgão com o som do mar
with Nenhum Comentário

Tesouros arqueológicos, monumentos históricos e um órgão marítimo.

VIAJANDO PELA REGIÃO

Cidade base: Split / Tempo de estadia: 9 dias

Chegando a Split de avião, partindo do aeroporto de Zagreb.

Uma vez que não conhecia o país e havia ouvido falar que as estradas não eram boas, preferi o avião, alugando o carro em Split dois dias após a chegada para passear pela região. A verdade é que as estradas são ótimas: tanto as autoestradas quanto as estradas nacionais.

Apesar de ter lido bastante sobre a região, a gente nunca está preparado para o que vai encontrar. Assim, aconselho acrescentar uns três ou quatro dias para ficar em Hvar, aproveitar o mar e passear pelas ilhas.

Hospedei-me num apartamento muito bem localizado, com garagem, elevador e ar refrigerado. Para mais informações veja a seção Hospedagem.

Partindo de Split (distâncias relativas ao percurso mais rápido, indicado em Via Michelin), passeios de um dia:

- Šibenik: 83km

- Trogir: 28km

- Zadar: 158km

Para as ilhas, saem ferries e catamarãs do porto. Existem várias empresas, sendo a Jadrolinija a principal. Também viajei no catamarã da empresa Krilo. São super confortáveis, com bar e banheiro.

- Brač (porto em Supetar): 50 min.

- Hvar: 1h05min a 1h45min dependendo do número de paradas do ferry

Comentários