O vilarejo de “três”

with Nenhum comentário

Três igrejas, três castelos, três fontes, num dos vilarejos mais bonitos da França: Curemonte.

Estava com minha irmã em Sarlat, voltando para Bordeaux, mas queria visitar algumas cidades vizinhas antes. Pesquisei a página oficial de turismo e, dentre as sugestões, havia Beaulieu-sur-Dordogne. Era um domingo, já passava das 13h. Isto na França, principalmente em cidades pequenas, significa que, a menos que tenha uma reserva em algum restaurante, é bem provável que você vá ficar sem almoço. O vilarejo estava vazio e os poucos restaurantes abertos estavam cheios. 

Depois de visitar um pouco o vilarejo, entramos no Hotel/Restaurante Le Beaulieu e tomamos um café enquanto consultávamos o mapa. Ao perceber isto, a dona, simpaticíssima, veio ajudar e nos sugeriu visitar dois vilarejos ali perto: Collonges-la-Rouge, que já estava nos nossos planos, e Curemonte, do qual nunca havíamos ouvido falar.

Assim, uma hora depois, chegávamos a Curemonte. Não é tão longe, dava para chegar na metade do tempo, mas eu gosto de parar um pouco quando vejo lugares bonitos. Então, parei pelo caminho, fiz umas fotos.

Mas vamos ao que interessa. Curemonte é um vilarejo medieval incluído desde abril de 1988 na lista dos Mais Belos Vilarejos da França (Les Plus Beaux Villages de France). Possui três castelos, três igrejas e algumas casas nobres, testemunhos de sua importância nos séculos XIV e XVII.

É um vilarejo (talvez devêssemos chamar de aldeia, não sei) encantador. Dá vontade de nos mudarmos para lá!

O QUE VER

  • Castelo de Saint-Hilaire e Castelo de Plas: no centro do vilarejo, parecem uma só construção pois são cercados com um muro. O de Saint-Hilaire, com sua torre quadrada, foi primeiro a ser construído (século XV), pelos descendentes de Raymond de Curemonte. O Castelo de Plas, com torres redondas, é do século XVI;
  • Castelo La Johannie (século XV): entre a igreja e a halle. Não se sabe ao certo a origem da família à qual pertencia. Um site fala da família Jean (Johannes em latim, então, Johanne); outro fala na família Escaravàge;
  • Igreja de Saint-Barthélémy: data do século XII, mas passou por diversas modificações ao longo do tempo. Infelizmente estava fechada e não pude ver o interior. Parece que é bem bonita. Existem ainda mais duas igrejas, La Combe e Saint-Genest, mas ficam a aproximadamente 1,5km.
  • Halle: ao lado da igreja, foi usada como mercado de grãos, sendo depois alugada por 50 anos pelo padeiro, que armazenava ali a lenha para seu forno. Hoje, restaurada, mostra um mapa do vilarejo, chamado de Visita Guiada. Há também fotos de época.

Passe o mouse nas imagens para ver a descrição ou clique para aumentar.


LINKS

CORRÈZE: CUREMONTE / CUREMONTE: LE VILLAGE DES TROIS / CUREMONTE: L'UN DES PLUS BEAUX VILLAGES DE FRANCE 

Comentários