Calanques de Piana

with Nenhum comentário

Obras de arte esculpidas pela natureza



O vermelho/rosado das rochas mistura-se ao azul do mar e ao verde da vegetação. As rochas, esculpidas pela natureza, formam figuras impressionantes. Uma delas conhecida como "O coração dos amantes petrificados: duas rochas, uma menor e mais fina, a outra mais alta e mais larga, unidas por um pequenos coração". Outra parece um cachorro. Outras parecem esculturas, obras de arte esculpidas pela natureza.

Dizia o escritor francês, Guy de Maupassant: “Parei atônito frente a estes surpreendentes rochedos de granito rosa, com 400 metros de altura, estranhos, torturados, corroídos pelo tempo, sangrando sob a luz ardente do crepúsculo e tomando todas as formas, como um povo fantástico de um conto mágico, petrificado por algum poder sobrenatural”.

A estrada entre Piana e Porto é tão estreita, que só não dá medo porque todo mundo vai bem devagar, quase parando para poder apreciar as rochas. De vez em quando há uns recuos, onde é possível estacionar o carro. Bom, se você estiver com um carro pequeno. Muitas pessoas fazem isso e saem andando, apreciando, tirando fotos.

No final da estrada, já na descida para Porto, há um estacionamento. E até hoje me pergunto por que não tentei arrumar uma vaga ali para esperar o entardecer. Ok, eu já havia dirigido um longo caminho, estava sozinha e estava exausta. Quero voltar!

GALERIA

Passe o mouse nas imagens para ver a descrição ou clique para aumentar.

Comentários