Para Onde? | Para onde? - Pagina 3
Concarneau: ville bleue
with Nenhum comentário

A “cidade azul” (o nome tem origem na cor das redes dos pescadores) é um lugar agradável e tranquilo, com uma parte intramuros que data do século XI.

Monte Saint-Michel: um lugar mágico
with Nenhum comentário

O Monte Saint-Michel é um lugar mágico que parece saído de um livro de contos de fada: para mim, um sonho que virou realidade; uma realidade que pareceu um sonho.

Honfleur: um porto pra lá de charmoso
with Nenhum comentário

O slogan da cidade, como em nenhum outro porto, faz um pequeno trocadilho com “como em nenhuma outra parte”. E é a mais pura verdade.

Bretanha
with Nenhum comentário

Península debruçada sobre o oceano Atlântico, a Bretanha, com uma história que mistura fatos e lendas, possui um rico patrimônio urbano, marítimo, rural e religioso.

Porto pesqueiro e marina
with Nenhum comentário

A partir dos anos trinta, o desenvolvimento da pesca vai provocar grandes transformações portuárias. Após a Ocupação, o porto pesqueiro, chamado de porto anterior, é modernizado e conhece um grande crescimento. Anos mais tarde, adapta-se às novas normas europeias transformando-se … leia mais

Ville-Close
with Nenhum comentário

Atravessando uma ponte chega-se à entrada principal da Ville-Close. Além desta, há ainda a Porte au Vin, a Porte des Larrons e a Porte du Passage. Logo na entrada, avista-se o Beffroi (um campanário) e dois canhões. Na lateral do Beffroi há … leia mais

Quimper Cornouaille
with Nenhum comentário

Paisagens selvagens, grandes espaços naturais, cabos que se estendem sobre o mar e cidades charmosas.

Passage Lanriec
with Nenhum comentário

Um pequeno barco, o bac du passage, ou Passeur, faz a travessia da Ville-Close ao bairro Passage Lanriec (Place Duquesne) pelo canal de acesso ao porto. Seu nome deve-se à sua situação: era uma passagem obrigatória na rota que ligava … leia mais

Barragem do rio Couesnon
with Nenhum comentário

Uma obra que durou quase 10 anos, permitindo que o Monte voltasse a ser uma ilha. No início, a Baía do Monte Saint-Michel era uma planície arborizada, a floresta de Scissy. Pouco a pouco, a partir da grande maré do … leia mais

O vilarejo
with Nenhum comentário

Caminhar pela estreita Grande rue, com suas casas dos séculos XV e XVI, é uma volta ao passado. Entra-se no vilarejo pela Porta Bavole que dá acesso à Cour de l’avancée (pátio na entrada). Um pouco adiante, outra porta, a … leia mais

1 2 3 4 5 6 21